Partilhe o site da AD&C
Conheça o website da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P. (AD&C)!
A AD&C tem por missão coordenar os fundos da União Europeia e contribuir para o desenvolvimento regional.
A A A

12/07/2018

Preparado para mudar a sua relação com os plásticos?

Saiba como o podemos ajudar a combater o poder de sedução dos plásticos em www.bereadytochange.eu

 

Os plásticos ocupam um papel importante, tanto na nossa economia, como no nosso quotidiano. No entanto, a maneira como os produtos plásticos são concebidos, produzidos, utilizados e eliminados é prejudicial para o ambiente. A quantidade de lixo marinho nos oceanos e mares aumenta constantemente, tendo repercussões negativas nos ecossistemas, na biodiversidade e, potencialmente, na saúde humana. Por outro lado, perde-se material precioso que poderia reentrar na economia sempre que é deitado fora. As potenciais vantagens económicas e ambientais de uma abordagem circular e mais eficiente em termos de recursos não são realizadas. A necessidade de resolver esses problemas e reduzir os danos ambientais, económicos e sociais é amplamente reconhecida.

 

Sendo altamente disponível, persistente e utilizado para aplicações conducentes à poluição, o plástico é a principal fonte de lixo marinho, já que é dificilmente biodegradável, tendo frequentemente consequências tóxicas e nocivas. Devido à sua persistência, esses impactos aumentam, já que todos os anos produzimos mais resíduos de plástico. Embora se trate de um problema global, conforme reconhecido por inúmeras iniciativas mundiais, a Europa é uma fonte e sofre o impacto.

 

Para além de ser prejudicial para o ambiente, o lixo marinho prejudica atividades como o turismo, a pesca e o transporte marítimo. Por exemplo, na União Europeia, estima-se que o custo do lixo marinho da pesca represente entre 1 e 5% dos rendimentos totais das capturas da frota da UE. Ameaça as cadeias alimentares, nomeadamente os peixes e frutos do mar.

 

A Europa tem uma responsabilidade em lidar com a sua parte do problema, estando empenhada em agir globalmente. Como parte da Estratégia de combate ao plástico, a Comissão Europeia comprometeu-se a aprofundar a ação para combater o lixo marinho plástico para dar continuidade aos esforços envidados pelos Estados-Membros da UE. O problema do lixo marinho é global por natureza, já que o lixo se movimenta no ambiente marinho, sendo que o lixo provindo de um país pode afetar outro. É necessária uma ação conjunta, também para garantir um mercado único com elevados padrões ambientais e segurança jurídica para as empresas.

 

A iniciativa jurídica da Comissão Europeia que pretende reduzir o lixo marinho faz parte de uma abordagem mais vasta e completa, nomeadamente a Estratégia sobre os plásticos, o Plano de ação da economia circular e a legislação atualizada sobre os resíduos. Saiba mais sobre a ação da União Europeia sobre o plástico e mude a sua relação com os plásticos.

Fonte: Rep. da CE em Portugal

Topo