AD&C debateu financiamento público para ‘smart cities’

Nov 16, 2021 | Notícias

O Portugal Smart Cities Summit está de regresso, de 16 a 18 de novembro, na FIL – Parque das Nações e o Presidente da AD&C, Nuno Oliveira Santos participou hoje, dia 16, no Painel 1 Financiamento público acelerador da transformação digital das cidades inteligentes’.

 

Durante a sua intervenção no Painel I, Nuno Santos referiu que os recursos existem, sendo preciso simplificar na maneira como irão ser geridos e como vão chegar aos destinos programados.

 

No imediato é preciso perceber como “é que construímos dinâmicas, entre os vários agentes envolvidos nesta matéria, públicos e privados, para efetivar o bom uso destas disponibilidades, que no ano 2022, em particular, serão muito desafiantes do ponto de vista do acesso, no que aos #fundoseuropeus diz respeito, porque é o primeiro ano em que se vai concentrar uma pressão para a execução do #PT2020, uma pressão para o acesso ao #PRRpt e uma pressão para o #PT2030 (…). É preciso criar dinâmicas de maior simplicidade nas interações e neste âmbito, a AD&C tem alguns trabalhos em desenvolvimento.

 

Para já, é preciso que os agentes se organizem para todos querermos ter uma organização simples nestas conversas. Se as relações forem distantes, muito formais, muito institucionais, no sentido clássico do termo, cultivando distâncias uns dos outros, vai ser mais difícil. O desafio pede uma orientação a uma proximidade (…) Se fizermos isso, podem ser anos muito interessantes de transformação.”

 

Este painel, moderado por Rui Leão Martinho, Bastonário da Ordem dos Economistas, contou ainda com as intervenções de Joaquim da Costa Pedroso, do BEI – Banco Europeu de Investimento, e Alexandra Ferreira de Carvalho, Secretária Geral do Fundo Ambiental.

 

Consulte o PROGRAMA para os três dias, composto por uma vasta panóplia de Oradores.

 

O Portugal Smart Cities Summit é o marketplace físico de criação de oportunidades de negócios entre empresas, universidades, associações, startups e municípios, com o objetivo comum de debater o futuro das smart cities e melhorar a vida dos cidadãos.

 

Há um grande enfoque na transferência de conhecimento e dinâmica de Inovação no relacionamento entre o mundo académico e científico com as empresas e a sociedade em geral.

 

No Portugal Smart Cities Summit participam autarquias, entidades públicas e privadas nacionais e internacionais, instituições de ensino superior e secundário, ensino académico e científico, empresas e startups tecnológicas ligadas aos clusters da mobilidade Inteligente, energias, IoT, ambiente e sustentabilidade, água, resíduos, inteligência artificial, cibersegurança e bigdata.

 

Esta é a oportunidade para contactar diretamente o mercado em espaços descontraídos e adequados como o Smart Garden ou Smart B2B, para participar em Conferências com grandes especialistas nacionais e internacionais e experimentar novas Soluções.

 

Fonte: PSCS/ADC