Modernização e valorização da Cultura com apoio PRR

Nov 19, 2021 | Notícias

A Estrutura de Missão Recuperar Portugal contratou com o Fundo de Salvaguarda do Património Cultural e com o Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC), os dois investimentos previstos no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a área da Cultura, num valor total de 243 milhões de euros.

 

Os principais objetivos da componente C4 Cultura são a renovação de edifícios e monumentos nacionais; a proteção de profissões e técnicas artesanais; a modernização da infraestrutura tecnológica e dos equipamentos culturais; a digitalização de obras de arte e de património cultural; e a internacionalização, modernização e transição digital de livrarias e editoras de livros.

 

O investimento 93 milhões de euros para as Redes Culturais e Transição Digital visa modernizar a infraestrutura tecnológica dos equipamentos culturais públicos e promover a respetiva transição digital.

 

Mais especificamente, implica a preservação futura de obras de arte e de património cultural; melhorar a experiência cultural; aumentar a procura de atividades culturais e alcançar novas audiências, especialmente as novas gerações.

 

No que respeita ao investimento de 150 milhões de euros previsto para o Património Cultural, os objetivos são requalificar equipamentos culturais classificados e simultaneamente adaptar estas instalações às novas exigências da transição climática.

 

Tal implica medidas como a redução do consumo de energia primária dos edifícios, juntamente com a intervenção em parques verdes históricos com flora e fauna únicas para promover a adaptação às alterações climáticas e a atenuação dos seus efeitos através de uma reutilização eficiente da água para irrigação.

 

A execução dos investimentos da Componente C4 – Cultura deverá estar concluída até 31 de dezembro de 2025.

 

Fonte: PRR