Partilhe o site da AD&C
Conheça o website da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P. (AD&C)!
A AD&C tem por missão coordenar os fundos da União Europeia e contribuir para o desenvolvimento regional.
A A A

05/03/2021

ReStart the Future | Transição Climática

Realizou-se esta manhã o terceiro webinar promovido pela Deloitte, em conjunto com o jornal Expresso, no âmbito da iniciativa ReStart the Future - um ciclo de webinars dedicado aos domínios estratégicos: Resiliência, Transição Digital e Transição Climática evidenciados no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) português, bem como às oportunidades de recuperação, transformação e desenvolvimento para o país.

 

Dirigido a toda a comunidade empresarial, pública e privada, este fórum de debate e partilha de conhecimento conta com a participação de representantes máximos da sociedade civil, das organizações e do governo.

 

Esta terceira sessão dedicada à dimensão “Transição Climática”, permitiu debruçar-nos sobre as grandes questões relacionadas com a descarbonização da indústria e com o papel das energias renováveis nesta transformação, explorando as oportunidades e os instrumentos que os fundos da União Europeia oferecem às organizações, para uma economia e um país mais verde e sustentável.

 

Imagem Dimensão Transição Climática

 

Sérgio Oliveira, Partner e ReStart Center for Business Leader da Deloitte destacou que a dimensão “Transição Climática” - com um montante de 2.888 milhões de euros (21% do orçamento do PRR) - compreende os Roteiros Mobilidade Sustentável, Descarbonização da Indústria, Bioeconomia Sustentável, Eficiência Energética em edifícios e Hidrogénio e Renováveis, e tem como principal objetivo a orientação de ação para a neutralidade carbónica até 2050.

 

Imagem Ministro do Ambiente 5 março 2021

 

João Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e Ação Climática destacou que a economia vai ter de crescer num modelo diferente, substituindo o modelo linear por um modelo que “não desafie os limites do sistema terrestre e que seja neutro em carbono”.

 

“Temos de mudar de vida” afirmou o Ministro, apontando o caminho: apostar na economia circular, criar riqueza e as condições de bem-estar para viver em harmonia com o planeta. Associando assim, a componente de valor económico à sustentabilidade.

 

Imagem Painel Oradores webinar Deloitte 5 março 2021

 

As intervenções do painel de debate, moderado pela jornalista da SIC Notícias Rosa de Oliveira Pinto, destacaram a promoção da sustentabilidade, com competitividade, geração de empregos e criação de valor.

 

João de Mello, CEO da Bondalti salientou que é fundamental baixar ainda mais o custo da energia, afirmando que “o hidrogénio verde é um produto de futuro”.

 

Evidenciou a importância da boa execução dos Fundos da União Europeia e da agilidade na análise e atribuição de apoios, em tempo útil, à implementação de projetos de descarbonização, classificando esta sincronização como um “desafio colossal”. Destacou a relevância da transição climática para o crescimento do PIB per capita e evidenciou o apoio às grandes empresas, enquanto motores de transformação.

 

Pedro Amaral Jorge, Presidente da APREN sublinhou a importância das renováveis na descarbonização, de forma a aumentar a competitividade energética da economia e da indústria, reduzindo custos de eletricidade, em complementaridade com os sistemas de autoconsumo.

 

Apontou com fator chave a necessidade de simplificar para conseguir materializar os planos estratégicos e cumprir as metas definidas. Fazer um bom diagnóstico, verificar quais as necessidades processuais e sistemas de informação, envolver pessoas capacitadas, avaliar se os projetos têm o impacto desejado na produção de efeitos positivos na criação de empregos, no contributo para o PIB, e nos benefícios para o ecossistema socioeconómico.

 

Imagem Metas Clima 2030

 

Imagem Emissões CO2

 

Filipe Melo de Sampaio, Associate Partner da Deloitte destacou a importância de utilizar bem os investimentos (PRR, Portugal 2020, Portugal 2030 e fundos nacionais) para criar valor acrescentado e neste contexto, salientou o papel dos organismos públicos, no sentido da agilização e da divulgação da informação essencial (como, quando, que requisitos) e ainda, a capacitação das empresas que devem ser proativas na sua preparação para garantir “Analisar os requisitos com critério, de forma abrangente e de modo colaborativo”.

 

Próxima sessão ReStart the Future | Inscreva-se aqui

 

Imagem webinar Deloitte 11 março 2021

 

  • 11 de março, às 09:30 | Webinar “Resiliência II: Progresso social e territorial”

Com a participação no painel de debate do Presidente da AD&C, Nuno Santos.

 

Saiba mais, visitando o site da Deloitte

 

Fonte: AD&C/Deloitte/MC

Topo